Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sismo de 6.4 atinge o Chile

Não há, para já, qualquer registo de feridos ou mortos, e não há qualquer alerta de tsunami

Um sismo de 6.4 na escala de Richter atingiu o Chile, avança a Reuters, notando que as autoridades locais não têm ainda qualquer registo de estragos, feridos ou mortos. ​Há apenas nota de que as linhas telefónicas não estão a funcionar.

O jornal Publimetro do Chile conta que a terra começou a tremer às 13h20 e que, segundo o Centro Sismológico Nacional, o epicentro situou-se a 38 quilómetros a sudeste da cidade de Curicó.

Já segundo o Geological Survey dos EUA, o epicentro deste sismo ocorreu a 72 quilómetros a norte de Talca, diz a Reuters, e a 192 quilómetros a sul da capital, Santiago do Chile, diz a Associated Press.

Aliás, os sismo foi mesmo sentido em Santiago do Chile, onde moram seis milhões de pessoas e segundo a Oficina Nacional de Emergencias (Onemi), citada pelo Publimetro, sentiu-se ainda nas regiões de Coquimbo, Valparaíso, Metropolitana, O'Higgins e Maule, ainda que com intensidades diferentes.

Apesar da intensidade do tremor de terra, os serviços hidrográficos e oceanográficos da marinha dizem que não há qualquer alerta de tsunami.

O Chile tem já um longo historial de tremores de terra. Em 2010 foi atingido por um sismo de 8.8, um dos mais fortes registados desde sempre, que deu origem a um tsunami, matando um total de 500 pessoas e destruíndo 220 mil casas.

Em atualização