Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A menina dos olhos verdes foi presa

A sua imagem aos 12 anos foi eternizada numa fotografia que correu o mundo. Foi o símbolo dos milhares de refugiados que fugiam (e ainda fogem) do Afeganistão. Agora, mais de 30 anos depois, Sharbat Gula foi presa no Paquistão pela posse de documentos falsos

Instagram

Se lhe falarmos de Sharbat Gula é provável que não saiba quem é. Mas se lhe mostrarmos a imagem da menina afegã de olhos verdes e assustados na capa da “Nacional Geographic” deverá reconhecê-la. No começo dos anos 80, quando tinha cerca de 12 anos, foi fotografada num campo de refugiados. Tornou-se um símbolo do período da ocupação soviética no país. Agora, mais de 30 anos depois, foi detida por estar ilegalmente no Paquistão e por ter documentos de identificação falsos.

Sharbat Gula teria em sua posse, segundo os meios de comunicação locais, que publicaram imagens do bilhete de identidade nacional informatizado (CNIC), um documento que não deveria ter uma vez que não é paquistanesa. Este é um documento vital para se poder comprar uma propriedade, abrir uma conta e ficar no país.

Caso Gula seja condenada, poderá enfrentar uma pena de prisão até 14 anos e uma multa superior a cinco mil dólares (aproximadamente 4500 euros).

No total, conta o porta-voz da Autoridade Nacional de Base de Dados e Registos,Faik Ali Chachar, até agora já foram detetados mais de 22 mil cartões ilegais na posse de afegãos. Segundo dados das Nações Unidas, mais de 350 mil refugiados foram incentivados a regressar ao Afeganistão este ano. Muitos deles já crianças e jovens, que apesar de ser filhos de afegãos já nasceram no Paquistão.

Uma das primeiras reações contra a prisão da mulher foi de Steve McCurry, o autor da imagem recolhida em 1984 num campo de refugiados do Paquistão. “Estou determinado a fazer todos os possíveis e impossíveis para lhe disponibilizar assistência legal e financeira. Ela sofreu a vida toda e a sua detenção é uma flagrante violação dos seus direitos humanos”, publicou no instagram.

Depois de ter fotografado Sharbat Gula em 1984, Steve McCurry voltou a procurar a menina anos mais tarde. Encontrou-a em 2002 no Afeganistão, já casada e com três filhas.