Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homem preso e acorrentado pela família no Brasil por quase 20 anos

O homem terá, desde os 16 anos, sido mantido num anexo da casa pelo pai, madrasta e um irmão

Um homem de 36 anos foi resgatado hoje pela polícia do Brasil depois de ficar quase 20 anos preso e acorrentado num quarto de uma casa na cidade brasileira de Guarulhos, na área metropolitana de São Paulo.

Segundo o jornal “Folha de São Paulo”, as autoridades suspeitam que a vítima desapareceu do bairro onde vivia quando tinha cerca de 16 anos e, desde então, tem vivido acorrentado e maltratado num anexo da casa pelo pai, madrasta e um irmão.

O caso foi descoberto pelas autoridades na passada quinta-feira, quando fizeram uma busca na habitação, numa operação de combate ao tráfico de droga.

O imóvel principal estava vazio naquele momento e os polícias encontraram a vítima acorrentada a uma cama, com barba até à barriga e o corpo repleto de fezes.

Vizinhos disseram ao jornal brasileiro que suspeitam que a madrasta, enfermeira de profissão, drogava o enteado para o acalmar.

A família mudou de casa no último sábado com receio da reação dos vizinhos. Em frente ao imóvel onde residiam foram pintadas as palavras “Justiça”, “Três safados” e “#Armandinho” (em referência ao jovem encontrado preso).

A polícia brasileira confirmou que existe uma investigação em curso mas não quis adiantar mais detalhes.