Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

UE: Acordo com o Canadá em Risco?

Os líderes europeus decidiram “assinar e aplicar provisoriamente o acordo de Comércio” com o Canadá

FRANCOIS LENOIR/REUTERS

O comércio domina o segundo dia de Cimeira. O Acordo com o Canadá (CETA) está em risco e o problema não é a falta de entendimento entre os 28 Chefes de Estado e de Governo, mas a oposição do parlamento da região belga da Valónia

Na versão preliminar das conclusões do Conselho Europeu, pode ler-se que os líderes “congratulam-se com a decisão de assinar e aplicar provisoriamente o acordo de Comércio entre a UE e o Canadá”. Mas a frase está em risco de sair do documento final da reunião.

O problema não é a falta de apoio dos 28 Chefes de Estado e de Governo ao CETA, mas a oposição do parlamento da região belga da Valónia, que se recusa a dar ao governo federal da Bélgica o “ok” para que este assine o acordo com nome do Estado belga. Sem esta assinatura, o CETA pode não ver a luz do dia.

“Precisamos deste acordo comercial com o Canadá, é o melhor que negociámos até agora”, disse Jean-Claude Juncker no final do primeiro dia de Conselho Europeu. O Presidente da Comissão Europeia adiantou que tem ainda esperança de que um entendimento com o parlamento da Valónia seja alcançado durante a noite desta quinta e a manhã de sexta-feira.

Já esta manhã, continuaram as discussões. No final da reunião tripartida - entre os responsáveis regionais da Valónia, a ministra do Comércio do Canadá e a Comissão Europeia - o ministro-presidente do governo regional, Paul Magnette admitia novamente dificuldades.

Citado pelo journal Le Soir, Magnette falava numa "vontade" de chegar a acordo, pedindo, no entanto, mais tempo e o adiamento da Cimeira UE-Canadá prevista para 27 de outubro.