Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Putin promove ministro acusado de ligações a esquema de doping

  • 333

Alexander Hassenstein/Fifa via Getty Images

Acusado de encobrir um esquema estatal de doping, Vitaly Mutko vai deixar o seu cargo de ministro do Desporto russo, para desempenhar uma nova função: vice-primeiro-ministro para assuntos relacionados com o desporto, turismo e juventude

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, nomeou Vitaly Mutko, atual ministro do Desporto russo, como o novo vice-primeiro-ministro para o desporto, turismo e juventude, esta quarta-feira. No entanto, Mutko é acusado pela Agência Mundial Antidoping (AMA) de, alegadamente, ser a figura principal responsável pelo esquema de doping, que teve como resultado a proibição de vários atletas russos competirem nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro.

Mutko ocupava o cargo de ministro do Desporto deste 2008 e vai agora ser substituído por Pavel Kolobkov, que foi campeão europeu, mundial e olímpico na esgrima, escreve a agência “EFE”. Para além da AMA, os Estados Unidos, o Reino Unido e dirigentes de federações internacionais de modalidades e associações de atletas já tinham exigido a demissão do ministro do cargo.

Mutko, aliado de Putin há 25 anos, de acordo com a “EFE”, recebeu várias críticas, vindas de várias partes do globo, nos últimos meses, devido a acusações da existência de um esquema estatal de doping. Todavia, o ministro não foi oficialmente acusado no relatório independente da AMA, mas o seu nome é mencionado no documento que revela que as autoridades e o serviço secreto russo estão envolvidos no caso de doping.

No verão, vários atletas russos foram proibidos de participar nos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, enquanto no caso dos Jogos Paraolímpicos foram todos banidos da competição. A credencial de Mutko foi também negada para o evento Olímpico.

Conforme escreve o “The Guardian”, o controverso ministro poderá ainda ter algum envolvimento com as preparações para o Campeonato do Mundo de 2018, com os media russos a sugerirem que continue como o principal responsável do comité organizador do evento.

Mutko foi ainda reeleito para presidente da Federação Russa de Futebol, no mês passado, e é membro europeu do Conselho da Fifa.