Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump insiste que há fraude nas eleições

  • 333

JONATHAN ERNST/REUTERS

Não mostra provas ou revela indícios, mas o candidato republicano tem repetido que as presidenciais estão a ser manipuladas, acusando os media “distorcidos” de estarem a apoiar Hillary Clinton

A mais recente estratégia eleitoral de Donald Trump passa por lançar a dúvida sobre a legitimidade das presidenciais norte-americanas. O candidato republicano afirma que os resultados são uma fraude em muitas secções eleitorais e acusa os media de estarem a favorecer a sua rival, a democrata Hillary Clinton.

“As eleições estão com toda a certeza a ser manipuladas pelos orgãos de comunicação desonestos e distorcidos que estão a apoiar a Trapaceira Hillary – mas também em muitos locais de votação – É TRISTE”, partilhou Trump através da sua conta no Twitter.

Mesmo sem apresentar provas ou indícios que sustentem as suas afirmações, o polémico candidato tem insistido na acusação, contariando até os próprios advogados republicanos, que consideram infundadas as alegações.

Trump considera-os “ingénuos”. “Claro que está a acontecer uma fraude em larga escala”, voltou a escrever em novo post.

Numa altura em que a votação antecipada e pelo correio já começou em muitos estados do país, esta terça-feira é marcada pelas declarações públicas da mulher do candidato republicano. Melania Trump afirma que o marido foi “instigado” pelo apresentador a dizer “coisas sujas e más”, referindo-se ao vídeo polémico de 2005, onde o marido faz comentários sexistas em relação às mulheres.

Em entrevista à CNN esta segunda-feira, Melania diz ter falado com o marido para lhe dizer que a sua linguagem era “inaceitável”. “Fiquei surpreendida porque não é o homem que conheço”, disse.

Esta é a primeira vez que Melania Trump defende o candidato republicano, que tem somado críticas e inclusivamente acusações de vária ordem, nomeadamente de mulheres que dizem ter sido abusadas pelo multimilionário.