Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ministro austríaco recua nos planos de demolição da casa de Hitler

  • 333

Manfred Fesl/AFP/Getty Images

Edifício-berço do líder do Partido Nazi alemão vai ser remodelado para que se torne irreconhecível, numa tentativa de desmistificar um local que atrai neonazis

A casa onde Adolf Hitler nasceu em 1889 já não vai ser demolida. Wolfgang Sobotka, ministro do Interior austríaco, revelou que o edifício vai ser “remodelado para que não possa ser reconhecido”.

O comité de peritos, de acordo com o ministro, tinha inicialmente tomado a decisão – anunciada na segunda-feira – de destruir a casa. No entanto, o comité revelou à “BBC” que estava contra a demolição do edifício porque isso “seria negar a história Nazi na Áustria”. Garante também que fez “várias propostas para a remodelação da sua arquitetura com o objetivo de desmistificar o local”, uma vez que é atracção para simpatizantes do regime Nazi.

Wolfgang Sobotka acrescentou ainda que vão ser aceites propostas de arquitetos com planos para a remodelação do edifício.

A casa situa-se no centro de Braunau-am-Inn, na fronteira da Áustria com a Alemanha e é propriedade de Gerlinde Pommer, uma habitante da cidade que herdou o imóvel que pertencia à família há mais de um século.