Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Falsos call centers indianos extorquiam “dinheiro de impostos” a americanos

  • 333

GETTY

O esquema era levado a cabo na Índia e rendia mais de 134 mil euros por dia. Os cidadãos norte-americanos eram pressionados para pagarem para resolverem os seus problemas com o fisco

A polícia indiana indicou esta quinta-feira que deteve 70 pessoas e centenas de outras estão a ser interrogadas no âmbito de um esquema, de larga escala, que procurava extorquir dinheiro a milhares de cidadãos norte-americanos através de contactos estabelecidos em nome das autoridades tributárias do seu país.

Ao longo do último ano, falsos call centers enviavam-lhes mensagens de áudio indicando-lhes que os deviam contactar de volta, para resolverem o problema do dinheiro devido ao fisco dos Estados Unidos.

Aqueles que seguiam esta indicação eram depois pressionados a chegarem a acordo. através do pagamento de milhares de dólares. Alguns recebiam mesmo indicações de que deviam comprar vouchers de ofertas em diversas empresas e entregar depois os números desses vouchers, que os impostores usariam mais tarde para fazer compras.

A polícia de Bombaim indica que o esquema rendeu mais de 134 mil euros por dia, o que significa que no total os autores desta fraude podem ter conseguido extorquir cerca de 50 milhões de euros.

As autoridades indianas indicaram que é provável que mais de 600 pessoas venham a ser indiciadas por envolvimento no esquema. Para além de diversos supostos orquestradores da fraude, entre os detidos há também pessoas acusadas de fornecerem equipamento e montarem os falsos call centers em diversos edifícios de escritórios em Bombaim.

Os media indianos indicam que cerca de 70% dos responsáveis operavam na Índia e os restantes eram colaboradores contratados nos Estados Unidos, que recolhiam e transmitiam os dados das vítimas para os falsos call centers.