Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O aperto de mão entre o primeiro-ministro israelita e o Presidente palestiniano

  • 333

O momento em que Abbas e Netanyahu apertaram as mãos, numa imagem retirada de um vídeo

REUTERS TV

Mahmud Abbas fez questão de estar presente no funeral de Shimon Peres, apesar do Hamas ter apelado a que reconsiderasse. É a sua primeira visita oficial a Israel desde 2010

O primeiro-ministro israelita Benjamim Netanyahu e o Presidente palestiniano Mahmud Abbas deram esta sexta-feira um aperto de mão no funeral de Shimon Peres, um dos principais impulsionadores da paz entre os dois povos.

Os dirigentes cumprimentaram-se e falaram brevemente pouco antes do início do funeral de Peres, que está a decorrer no cemitério de Monte Herzl, em Jerusalém.

De acordo com a edição digital do diário Haaretz, Abbas disse a Netanyahu durante a saudação: “Já passou algum tempo desde o nosso último encontro”, ao que o primeiro-ministro israelita respondeu: “Agradeço muito que tenha vindo ao funeral”.

Esta é a primeira visita de Abbas a Israel desde 2010. O porta-voz do Hamas apelara para que reconsiderasse, descrevendo Peres como um “criminoso”.

Abbas disse que, apesar do fracasso das conversações de paz, decidiu assistir às cerimónias para honrar o empenhamento de Peres, “um parceiro na construção da paz dos bravos”, e para enviar uma “forte mensagem à sociedade israelita e aos palestinianos pela paz”.

  • “Prisões preventivas” antecederam funeral de Shimon Peres

    Líderes mundiais participam esta sexta-feira em Jerusalém no funeral do ex-Presidente israelita. O Presidente palestiniano Mahnoud Abbas está presente, apesar do apelo do Hamas para que reconsiderasse. Portugal está representado pelo ministro Augusto Santos Silva