Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Refugiado morto em Berlim

  • 333

Equipe de técnicos forenses recolhe indícios junto ao abrigo de refugiados

GREGOR FISCHER/EPA

Um homem de 29 anos, de origem iraquiana, foi morto pela polícia num abrigo para refugiados quando tentava esfaquear o alegado violadaor da sua filha de 6 anos de idade

Um refugiado de 27 anos, que vivia num abrigo em Berlim, foi acusado de ter abusado sexualmente a filha de 6 anos de outro migrante com quem também vivia, num parque público no bairro de Moabit.

A polícia já se encontrava no local e o suspeito algemado, quando o pai da vítima o tentou atacar empunhando uma faca. Testemunhas no local afirmam que ele gritava “Não vais sobreviver a isto”.

Os agentes da polícia presentes no local dispararam sobre o atacante, que foi levado para o hospital, onde mais tarde morreu.

Testemunhas disseram que ouviram dois ou três disparos por parte da polícia. O caso é considerado controverso, pois há discordâncias em se a polícia tinha autorização a disparar sobre o refugiado ou não devia ter apontado à sua perna. Bodo Pfalzgraf, porta-voz do Sindicato da Polícia de Berlim, afirmou que os agentes não tiveram outra opção senão disparar.

A família da vitima, incluindo a sua filha, foram transferidos do abrigo e estão a ser acompanhados.