Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia americano dá boleia a cidadão negro em vez de o prender

  • 333

Mark Ross foi apanhado em excesso de velocidade quando ia ter com a sua mãe, para assistir ao funeral da irmã. Espera que a experiência que viveu possa acalmar a tensão que se vive nos EUA, por causa das críticas à ação policial contra os negros, mas refere que a família é a sua principal preocupação

Nos últimos dias, as histórias de violência policial contra cidadãos negros têm-se multiplicado. Contudo, esta é bastante diferente. Depois de saber que a sua irmã tinha sido assassinada, Mark Ross estava a caminho de Detroit, quando foi parado pela polícia em Ohio, por excesso de velocidade.

Ross estava convencido de que seria preso, mas tentou explicar o que se estava a passar e que precisava de ir ter com a sua mãe o mais depressa possível.

Em vez de o levar para a cadeia, o sargento David Robison deu-lhe boleia durante cerca de 160 quilómetros (de um total de 482 até Detroit), uma vez que o veículo em que Ross seguia tinha sido rebocado.

Ross conta ainda que no final da viagem, o polícia lhe perguntou se podia rezar por ele. “Toda a gente sabe o quanto eu detesto polícias, mas estou verdadeiramente grato a este homem que me deu esperança”, admite Ross que não hesita em dizer que “ganhou um irmão e um anjo ao mesmo tempo”.