Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícias belgas são presos na fronteira com a França ao transportarem imigrantes ilegais

  • 333

“Não o fizemos por dinheiro, logo isto não é tráfico humano”, defendeu-se o comissário da polícia do município de Ypres, na Bélgica. Os oficiais belgas admitem que encontraram os migrantes dentro de uma carrinha e que se ofereceram para lhes dar boleia até à fronteira

Dois polícias belgas foram presos ao entrarem no território francês com 13 imigrantes ilegais, três dos quais menores de idade. Tudo começou na noite da passada terça-feira, quando a polícia francesa mandou parar o veículo onde circulavam as 15 pessoas perto de Nieppe, na fronteira com a Bélgica.

Aos migrantes foi-lhes ordenado que abandonassem de imediato o país, mas depois os polícias belgas ofereceram-lhes novamente boleia. Resultado? Os agentes acabaram por ser presos e interrogados.

Perante a detenção, o presidente da união policial belga, Vincent Gilles, teceu duras críticas, lamentando que os polícias tenham sido tratados “como suspeitos criminais” e presos por várias horas sem acesso a um advogado.

Entretanto, o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, já reprovou a ação dos polícias belgas, frisando que “não está de acordo com as práticas normais de trabalho na fronteira que foram acordadas entre a França e a Bélgica”.