Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Daesh diz ter abatido avião de guerra do regime sírio

PHILIPPE HUGUEN

Reivindicação foi avançada pela agência de propaganda do autoproclamado Estado Islâmico este domingo. Ataque aconteceu em Deir ez-Zor, a mesma cidade do leste da Síria onde a coligação liderada pelos EUA terá matado 62 soldados sírios no sábado

O autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) diz ter abatido um avião militar das forças leais a Bashar al-Assad em Deir ez-Zor, no leste da Síria, avançou este domingo a Amaq, a agência de propaganda do grupo, citada pela Al-Jazeera. "Um avião de guerra sírio pertencente ao regime sírio foi abatido enquanto alvo dos militantes do Estado Islâmico na cidade de Deir ez-Zor", a mesma cidade onde, no sábado, a coligação internacional liderada pelos Estados Unidos terá matado 62 soldados sírios e ferido dezenas de outros.

De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), que monitoriza as baixas na guerra civil, diz que o piloto do avião abatido perdeu a vida. A notícia surge horas depois de a agência estatal síria, SANA, ter avançado que as tropas leais a Bashar al-Assad estão a recuperar território na província do leste "como resultado da agressão aérea americana".

O Pentágono diz que pode ter atingido as tropas sírias no sábado em Deir ez-Zor "sem intenções", após tê-las confundido com um grupo de militantes do Daesh. A Rússia, aliada de Bashar al-Assad, já exigiu aos EUA que abram um inquérito, dizendo que o ataque põe em causa o compromisso dos norte-americanos com o acordo de cessar-fogo que os dois países alcançaram para a Síria há uma semana.

Segundo o OSDH, o avião abatido este domingo caiu perto da área onde os 62 soldados sírios morreram ontem, numa zona com vista para o aeroporto militar de Deir ez-Zor. Esse aeroporto e alguns distritos sob controlo das forças governamentais estão totalmente cercados pelo Daesh desde o ano passado e só ao aeroporto garante acesso exterior. A província, em particular aquela zona, têm estado sob uma intensa campanha aérea nas útlimas 24 horas conduzida pela coligação internacional contra as áreas sob controlo de militantes do Daesh.