Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Brexit. Países de leste recusam acordo que comprometa livre circulação de trabalhadores

  • 333

Primeiro-ministro da Eslováquia garantiu este sábado que pretende vetar negociações que restrinjam direitos dos cidadãos eslovacos a trabalhar e viver no Reino Unido

Os países da Europa de leste não estão dispostos a fazer cedências no que diz respeito à livre circulação de pessoas e garantem que pretendem vetar qualquer acordo nesse sentido entre Reino Unido e União Europeia, garantiu este sábado o primeiro-ministro da Eslováquia.

Falando no dia seguinte ao encontro de líderes europeus em Bratislava para discutir o futuro da União Europeia, o governante deixou claro que o bloco formado pela Eslováquia, Hungria, Polónia e República Checa não vai deixar passar qualquer acordo no contexto das negociações para o Brexit que restrinja os direitos dos seus cidadãos a viver e trabalhar no Reino Unido, conforme relata o "The Guardian".

"A menos que nos seja garantido que estas pessoas são iguais, vamos vetar qualquer acordo entre Reino Unido e UE. Penso que o Reino Unido sabe que para nós este é um assunto sem espaço para cedências", declarou Fico, defendendo que com um acordo deste tipo os cidadãos eslovacos passariam a ser "cidadãos de segunda".

As declarações de Fico surgem numa altura em que Londres adia o início das conversações sobre o Brexit para o próximo ano, garantindo no entanto que uma das prioridades passa por "controlar a imigração" dentro da UE.

Os países de leste, que foram muito críticos da imposição de quotas obrigatórias para acolhimento de migrantes dentro da UE, defendem que se discuta agora um novo princípio de "solidariedade flexível".