Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Morte de atriz chinesa lança debate sobre a terapia mais eficaz contra o cancro

  • 333

WEIBO

O debate intensificou-se depois da morte de uma jovem atriz chinesa. Teria Xu Ting sobrevivido se tivesse recorrido à quimioterapia e vez de ter optado pela medicina tradicional chinesa?

O tema é controverso: Xu Ting, atriz chinesa de 26 anos, depois de lhe ter sido diagnosticado um linfoma no início deste ano, decidiu que não queria passar pela experiência da quimioterapia e que ia confiar na medicina tradicional chinesa. A atriz morreu devido ao cancro a 7 de setembro, e lançou o debate sobre o método de tratamento que escolheu.

Ver os amigos que faziam quimioterapia a sofrer com o tratamento fez com que a atriz tomasse a decisão de não seguir o mesma terapia. Em vez disso, Xu Ting combatia o cancro através do recurso à acupunctura, ao “cupping”, a alongamentos de costas e ao gua sha, um método pelo qual a pele é raspada para se produzir hematomas e ativar a circulação.

Para além do custo, Xu temia que a quimioterapia a deixasse “irreconhecível” e não poderia permitir que isso acontecesse, conforme afirmou no seu blogue. Acabou por ter de recorrer à quimioterapia porque o seu estado de saúde piorou.

Desde que revelou publicamente a doença, em julho, Xu costumava relatar para 300 mil fãs online os desenvolvimentos do seu tratamento. À medida que a atriz ia publicando fotos suas nas quais mostrava os tratamentos de medicinal tradicional chinesa que estava a fazer. Recebeu muitos comentários a pedir-lhe que abandonasse esse método e fizesse quimioterapia.

Defensores da medicina tradicional chinesa, perante as críticas, responderam que também “há pacientes que morrem depois de receberem quimioterapia” e perguntam se essas pessoas também consideram que a medicina praticada no ocidente é uma “farsa”.

Mas há ainda quem diga que uma coisa não invalida a outra e que Xu deveria ter feito ambos os tratamentos – quimioterapia para eliminar o tumor e medicina tradicional chinesa para aliviar os sintomas.