Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lula da Silva e mulher acusados de corrupção

  • 333

John Moore/ Getty Images

Lula da Silva e a sua mulher, Marisa Letícia, foram acusados de corrupção e lavagem de dinheiro. Outras seis pessoas foram igualmente indiciadas

O ex-presidente Lula da Silva foi acusado de corrupção pelo Ministério Público Federal (MPF) do Brasil, na sequência da Operação Lava Jato, esta quarta-feira. Suspeito de não ter declarado a posse de um apartamento triplex de luxo no resort de Guarujá, São Paulo, Lula da Silva negou ser o proprietário do imóvel e diz que o caso é “politicamente motivado”, adianta a BBC.

O apartamento em questão foi construído pela construtora OAS, que está implicada no escândalo de corrupção que envolve a petrolífera Petrobras. Segundo o MPF, a empreiteira comprou e reformou o apartamento para Lula e para a sua mulher, como forma de compensação pela ação de Lula no caso de corrupção, que resultou na assinatura de contratos lucrativos para a OAS.

O procurador Deltan Dalagnol referiu que “Lula era o chefe no esquema de corrupção da Petrobras, pois estava no topo da pirâmide de poder”. Dalagnol continua, dizendo que o antigo presidente do Brasil nomeou vários executivos para a petrolífera, para que estes “pudessem criar fundos para os partidos políticos na coligação governamental, através de corrupção”. O procurador garante ainda que “sem o poder de decisão de Lula, seria impossível este esquema existir”.

O processo em questão vai ser julgado pelo juiz Sérgio Moro, que já condenou com pena de prisão várias pessoas ligadas a este caso.

No início deste ano, Lula da Silva tinha anunciado planos para concorrer novamente ao cargo de presidente em 2018, mas em julho foi acusado de de obstruir as investigações sobre a Petrobras.