Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Quer desabafar ou pedir ajuda? Há uma árvore à sua espera

  • 333

Merkel e Isabel II foram alguns dos remetentes ilustres de um castanheiro em Düsseldorf. Quem responde é Leni Classen, uma menina de 11 anos que pretende ser o “espírito da árvore”

Nos arredores da cidade alemã de Düsseldorf há uma árvore que recebe cartas de todo o mundo, enviadas por quem precisa desabafar ou pedir ajuda, contando já com remetentes ilustres como Angela Merkel ou a rainha Isabel II.

O carteiro local, Ekrem Dönder, entrega diariamente entre cinco a 10 cartas na caixa de correio do castanheiro e garante que "até agora já foram enviadas mais de seis mil cartas" à arvore, "não só de Düsseldorf ou da Alemanha, mas também de toda a Europa, Ásia, de países como a Nova Zelândia, China ou Austrália".

As cartas trazem desabafos, histórias de amor e mexericos, mas também pedidos de ajuda de grupos locais e preocupações quotidianas.

"Muitas vezes as pessoas escrevem o que lhes vai na alma ou aquilo que não querem dizer cara a cara, por isso dizem-no a uma árvore", explicou Ekrem Dönder à agência Lusa na Alemanha.
Quem escreve tem direito a resposta, que é redigida à mão e enviada pela pequena Leni Classen de 11 anos.

"Ela gosta muito de ser o 'espírito da árvore'. Responde às pessoas, levanta os selos e entrega nos correios. Se existirem questões ou pedidos de apoio, ela recebe a ajuda de organizações", explicou o carteiro.

Além de uma carta da rainha Isabel II de Inglaterra, a árvore já recebeu correspondência da chanceler alemã Angela Merkel que saudou a ideia e ofereceu ajuda.

"Angela Merkel disse que era uma boa ideia e uma boa forma de chamar a atenção para a necessidade de proteção das florestas e ofereceu o seu apoio", confidenciou o carteiro.

A caixa de correspondência com morada oficial pelos correios alemães foi instalada após um pedido da população de Himmelgeist, que queria salientar a necessidade de preservar o último castanheiro sobrevivente de uma floresta arrasada por ventos fortes no oeste da Alemanha.

O castanheiro de quase 200 anos sobreviveu às duas Guerras Mundiais, mas tem vindo a definhar devido a uma doença.
A população já plantou uma árvore substituta com o mesmo endereço: Kleine Himmelgeister Kastanie, Kölner Weg, 40589 Düsseldorf, Alemanha.