Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Estátua de homenagem a soldados causa polémica no Egito

  • 333

Escultor foi obrigado a alterar a obra, mas recusa que a mesma transmitisse a ideia de assédio sexual

Uma estátua de homenagem a soldados mortos causou polémica no Egito, sendo o escultor acusado de transmitir a ideia de assédio sexual. A obra intitulada “Mãe de um mártir” – que está situada próximo de uma escola de raparigas – mostra uma mulher abraçada por um homem com um capacete, estando a erguer os braços, recebendo várias críticas por parte da população.

Nas redes sociais choveram críticas e o governador da cidade de Sohag, Ayman Abdel-Monaim, obrigou o artista a alterar a estátua e solicitou a abertura de uma investigação.

O artista, Wagih Yani, já está a trabalhar na alteração da estátua, que excluirá o soldado e terá a mulher com um ramo de oliveira nas mãos. Além disso, será acrescentada à obra pombas bancas à volta da cabeça da mãe do mártir.

“Continuo a acreditar que a ideia original era adequada, mas sinto que é importante que todos se sintam satisfeitos com a escultura”, disse Wagih Yani à AP.