Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Turbulências inesperadas” obrigaram avião da United Airlines a aterrar de emergência

  • 333

O voo fazia a ligação entre Houston, no Estado norte-americano do Texas, e Londres. 16 pessoas ficaram feridas, o que justificou o pedido do piloto para aterrar no aeroporto de Shannon, na Irlanda, para lhes garantir cuidados médicos

Um Boeing 767 da United Airlines, com 220 pessoas a bordo, foi forçado a uma aterragem de emergência no Aeroporto de Shannon, na Irlanda, depois de “turbulências inesperadas” terem provocado 16 feridos.

O voo fazia a ligação entre Houston, no Estado norte-americano do Texas, e Londres. Segundo o comunicado da companhia aérea, o incidente obrigou o piloto a pedir autorização para realizar uma aterragem de emergência para garantir o atendimento médico aos feridos: 14 passageiros e dois membros da tripulação.

Transportadas para um hospital da cidade de Limerick, perto do aeroporto, as pessoas afetadas apresentavam sobretudo cortes, hematomas e outros ferimentos leves.

Um comunicado do hospital adianta que tudo está a ser feito em coordanação com a United Airlines para que os passageiros sejam tratados e possam posteriormente voltar ao aeroporto para seguirem viagem para Londres, como previsto.