Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rajoy perde primeira votação para ser investido presidente do Governo espanhol

  • 333

JUAN CARLOS HIDALGO/ EPA

Líder do PP foi chumbado pelo parlamento espanhol com 180 votos contra. A mesma proposta será novamente submetida a votação dentro de 48 horas

A candidatura submetida por Mariano Rajoy para ser investido presidente do Governo espanhol foi chumbada esta quarta-feira à tarde. O líder do Partido Popular (PP) obteve 170 votos favoráveis e 180 contra. Esta é a primeira votação da sua investidura. Como manda a Constituição, agora a proposta será novamente submetida para uma segunda votação dos deputados dentro de 48 horas.

Os 170 votos favoráveis a Rajoy vieram do PP, do Ciudadanos (C's) e da Coalición Canaria (CC). Os contra chegaram da parte do Partido Socialista Obrero Espanol (PSOE), do Podemos, da Esquerra Republicana de Catalunya (ERC), do Partit Democràta de Catalunya (PDC), do Partido Nacionalista Vasco (PNV), do Compromís e do EH Bildu.

Na votação desta quarta-feira, Mariano Rajoy precisava de obter a confiança da maioria absoluta dos deputados, 176 votos de um total de 350.

O líder do PP terá daqui a 48 horas, na sexta-feira, uma segunda oportunidade para ser investido, precisando nessa altura apenas de obter uma maioria simples, mais votos a favor do que contra, mas a tarefa continua a parecer impossível.

Esta quarta-feira iniciou-se um período de dois meses (até 31 de outubro) em que ainda é possível formar um novo Executivo, antes da dissolução do parlamento e a convocação de novas eleições, provavelmente para o Dia de Natal, 25 de dezembro próximo.

Se isso acontecer, serão as terceiras eleições legislativas que se realizam no espaço de um ano, depois de na primeira consulta, em 20 de dezembro de 2015, e na segunda, em 26 de junho último, as quatro principais forças políticas espanholas (PP, PSOE, Unidos Podemos e Ciudadanos) não terem conseguido chegar a um acordo para formar um Governo estável em Espanha.