Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Três mortos e 40 feridos na Turquia em atentado atribuído ao PKK

  • 333

Nos últimos meses o Governo turco realizou operações militares contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, organização rebelde curda ilegal, para afastar os seus combatentes de zonas urbanas

Três pessoas morreram e 40 ficaram feridas esta quinta-feira em Van, leste da Turquia, num atentado com uma viatura armadilhada atribuído a combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O atentado visava uma esquadra da polícia em Ipekyolu, um bairro no centro da cidade de Van, disse Mehmet Parlak, um responsável do governo local, citado pela agência de notícias Anadolu.

Mehmet Parlak atribui o atentado ao "grupo terrorista regional", designação pela qual as autoridades referem o PKK, organização rebelde curda ilegal.

Na segunda-feira, quatro polícias turcos e dois civis, entre os quais uma criança, morreram num atentado com uma viatura armadilhada perto de Diyarbakir (sudeste), atribuído a combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Este atentado tinha ocorrido cinco dias depois de dois ataques à bomba simultâneos no sudeste da Turquia, atribuídos ao PKK, que causaram pelo menos oito mortos, na maioria civis.

Nos últimos meses, o Governo realizou operações militares contra o PKK para afastar os combatentes curdos de zonas urbanas. O conflito, que recomeçou o ano passado após dois anos e meio de tréguas, já fez mais de 40.000 mortos desde o início da rebelião curda em 1984.