Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Departamento de Justiça dos EUA encerra prisões privadas

  • 333

Justin Sullivan/ Getty Images

A decisão vai afetar 13 prisões privadas com cerca de 22 mil presos, que equivale a cerca de 11% dos prisioneiros federais, principalmente estrangeiros

O Departamento de Justiça norte-americano anunciou esta quinta-feira que vai encerrar as prisões privadas para deter prisioneiros federais, acabando com uma prática que se tornou cada vez mais controversa.

A decisão vai afetar apenas uma pequena parte da população dos detidos nos Estados Unidos.

Aquele país tem em prisão um em cada quatro prisioneiros do mundo.

Num memorando interno divulgado pelo Departamento de Justiça, a Procuradora-Geral adjunta, Sally Yates, disse que vai ser iniciado o processo para acabar com o uso pelo Governo federal de prisões privadas, que se revelaram mais problemáticas e dispendiosas do que as geridas pelas autoridades.

A decisão vai afetar 13 prisões privadas com cerca de 22 mil presos ou cerca de 11% dos prisioneiros federais, principalmente estrangeiros.