Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Incêndio na Califórnia obriga mais de 80 mil pessoas a fugir das suas casas

  • 333

Califórnia a arder

GENE BLEVINS /REUTERS

Foi declarado o estado de emergência no condado de San Bernardino, depois de o fogo ter consumido mais de 18 mil hectares de terreno

Cátia Bruno

Cátia Bruno

Jornalista

Os fortes ventos e as temperaturas altas que se fizeram sentir na passada terça-feira em Los Angeles, Califórnia, provocaram um forte incêndio nas zonas rurais de San Bernardino, perto da passagem na montanha Cajon. O fogo, apelidado de Blue Cut por ter começado perto do caminho com esse nome, continua descontrolado e já levou à deslocação de mais de 80 mil pessoas.

Depois de terem ardido mais de 18 mil hectares de terreno, duas auto-estradas principais da região, a 138 e a interestadual 15, acabaram por ser encerradas - o que complicou a evacuação das áreas debaixo de fogo.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou o estado de emergência na região esta terça-feira. "Há uma ameaça iminente à segurança pública, ao trânsito ferroviário e a infraestruturas", comunicaram as autoridades. "Estima-se que 34.500 casas e 82.640 pessoas estejam abrangidas pelos avisos de evacuação."

No Twitter vários residentes foram dando conta da destruição provocada pelo fogo:

Segundo o "Los Angeles Times", não é ainda claro se o fogo se encaminha agora para zonas residenciais ou para o deserto, já que, como avisou o Departamento de Proteção Florestal e de Fogos da Califórnia, o vento pode mudar de direção inesperadamente.

O mesmo Departamento estima que o número de fogos no estado da Califórnia tenha crescido 20% nos últimos dez anos. As fortes temperaturas que se têm sentido nos últimos verões terão contribuído para esse aumento.