Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Novo atentado no Paquistão causa 13 feridos

  • 333

BANARAS KHAN/GETTY

Entre os feridos encontram-se quatro membros do dispositivo policial que escoltava um juiz. Ataque ocorre três depois de um ataque suicida no hospital de Quetta

A explosão de uma bomba na passagem de um veículo causou esta quinta-feira pelo menos 13 feridos na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão. O ataque atingiu um carro em que seguia um juiz, no entanto, o magistrado saiu ileso.

Entre os feridos encontram-se quatro membros do dispositivo policial que escoltava o magistrado, que foram transportados para o hospital civil local.

De acordo com o ministro do Interior do Baluchistão, foi utilizada uma bomba artesanal no atentado, que foi acionada remotamente, estimando as autoridades que tenham sido utilizados entre três a quatro quilos de material explosivo.

“O carro atingido foi o do juiz Safaraz Bugti, mas pensamos que o alvo era a polícia. Este tipo de atos cobardes não vão baixar a nossa moral”, afirmou o governante Safaraz Bugti, citado pela Reuters.

O ministro do Interior disse ainda acreditar que este atentado visou “sabotar” o Dia a Independência no Baluchistão, que se assinala no próximo domingo, mas prometeu que a luta irá continuar.

Este ataque aconteceu três dias depois de pelo menos 74 pessoas 350 terem ficado feridas num ataque suicida no hospital de Quetta. A maioria das vítimas foram advogados, tendo o atentado sido reivindicado pelo grupo Jamaat-ur-Ahrar, uma fação paquistanesa do grupo radical islâmico Talibã, e também pelo autoproclamado Estado Islâmico (Daesh).