Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidente de São Tomé e Príncipe boicota segunda volta eleitoral

  • 333

AFP

Manuel Pinto da Costa, que foi ultrapassado pelo anterior chefe do Executivo com 49,8% dos votos contra 24,8%, alegou terem sido cometidas fraudes na primeira volta das eleições presidenciais

Manuel Pinto da Costa entregou efetivamente a presidência ao seu rival, o ex-primeiro-ministro Evaristo Carvalho, ao anunciar um boicote à segunda e última volta das eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe, que foi disputada este domingo na pequena nação da África Ocidental.

Num passo inesperado e pouco comum, o Presidente do país, que foi ultrapassado pelo anterior chefe do Executivo com 49,8% dos votos contra 24,8%, alegou terem sido cometidas fraudes nessa primeira volta do plebiscito, a 17 de julho.

Antes da ida às urnas ontem, Pinto da Costa tinha pedido aos seus apoiantes para que não participassem na votação, um pedido ao qual muitos dos eleitores acederam. Apesar da baixa participação eleitoral previsrta, Carvalho vai vencer as eleições e assumir a chefia do Estado, sucedendo ao homem que liderou São Tomé e Príncipe nos primeiros 15 anos após a independência de Portugal (1975-1991) e novamente desde 2011.