Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais um congressista republicano a anunciar que não apoiará Donald Trump

  • 333

GETTY

“Eu sou um Americano antes de eu ser um Republicano”, afirmou Adam Kinzinger, o congressista e veterano que serviu no Iraque, ao anunciar que não irá apoiar o candidato do seu partido às presidenciais

O congressista republicano Adam Kinzinger anunciou que não irá apoiar ou mesmo votar em Donald Trump, em sequência das recentes declarações do candidato do seu partido sobre a Presidente russo Vladimir Putin e sobre os familiares de um soldado norte-americano muçulmano que morreu quando servia o seu país no Iraque.

“Como poderia eu apoiar isso? Uma vez que ele atravessou tantas linhas vermelhas que um comandante em funções ou um candidato a comandante em funções nunca deveria atravessar”, questionou em declarações à CNN, o congressista que é também um militar veterano que esteve destacado no Iraque. “Eu sou um Americano antes de eu ser um Republicano”, acrescentou, referindo não poder apoiar um candidato que “atira borda fora todos esses principios republicanos”.

Apesar de se afastar de Trump, Kinzinger frisou contudo que também não irá apoiar a candidata democrata Hillary Clinton, assim como não irá dar qualquer indicação de voto para os membros do seu partido republicano.

A posição de Kinzinger surge após o congressista republicano Richard Hanna ter dito que não só não apoiará Trump, como irá mesmo votar em Clinton.

Entretanto, uma das grandes financiadoras do Partido Republicano, Meg Whitman, anunciou estar semana que vai preferir votar em Clinton do que num “demagogo”.