Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Refugiado sírio homossexual decapitado em Istambul

  • 333

O corpo “selvaticamente cortado “ e “irreconhecível” foi encontrado num descampado no centro da cidade turca

Mohamed Wisam Sankari, um jovem refugiado sírio que fugira para a Turquia, foi assassinado de forma extremamente violenta na semana passada após ter sido sequestrado à porta de sua casa, no bairro de Aksaray, em Istambul, segundo referiram os media turcos.

O seu corpo decapitado e com sinais de violência brutal foi encontrado num descampado numa zona do centro da cidade.

Sankari desaparecera a 23 de julho de Aksaray, bairro onde vivem diversos sírios. Um amigo referiu que o aconselharam a não sair à noite, devido às ameaças que haviam recebido, mas que ele indicou que apenas iria se ausentar durante os 15 a 20 minutos, tendo contudo acabado por não regressar mais.

O seu corpo acabaria por ser encontrado “selvaticamente cortado” e “irreconhecível”, num caso que aponta para a perigosa situação em que vivem os refugiados homossexuais no país, onde facilmente se tornam vítimas de crimes de ódio.