Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidência da UE confirma que maioria dos países é a favor do cancelamento da multa a Portugal e Espanha

  • 333

O Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, à esquerda, e o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, à direita

DR - Website da Presidência Eslovaca da UE

A presidência rotativa da UE disse ao Expresso que “os Estados membros não mostraram qualquer interesse em reverter as recomendações da Comissão”. A multa vai ser mesmo cancelada

“Na sequência das discussões técnicas desta semana, é mais ou menos claro que não há interesse dos Estados-membros para reverterem as recomendações que a Comissão Europeia revelou na quarta-feira”, confirmou ao Expresso a Presidência eslovaca da União Europeia: “O cenário indica que tanto o cancelamento das multas contra a Espanha e Portugal, bem como novas recomendações entrarão em vigor, tal como proposto pela Comissão”.

Já ontem, sexta-feira, o Expresso tinha escrito que durante a reunião preparatória do Conselho de Ministros das Finanças da UE, que se realizou por teleconferência, não surgiu uma maioria de vozes contra a proposta da Comissão.

Nessa reunião ficou claro que não há necessidade que os ministros das Finanças se reúnam fisicamente em Bruxelas. No caso das multas, o processo segue por Procedimento de Silêncio. Sem uma maioria qualificada de vozes contra, a recomendação para o cancelamento é automaticamente adotada no dia 8 de agosto, e divulgada a 9 em comunicado.