Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Daesh reivindica atentado em igreja francesa

  • 333

Grupo terrorista diz que os dois sequestradores de uma igreja em Saint-Étienne-du-Rouvray eram “soldados” jiadistas

O Daesh reivindicou esta terça-feira o ataque levado a cabo numa igreja em Saint-Étienne-du-Rouvray, na região francesa da Normandia, que causou a morte a um padre.

Segundo um comunicado divulgado pela agência Amaq, associada ao Daesh, os dois sequestradores eram “soldados” jiadistas que “responderam aos apelos da organização para levar a cabo ataques nos países da coligação contra o Daesh”.

Esta terça-feira de manhã, o presidente francês já tinha anunciado que os dois agressores juraram fidelidade ao Daesh. “Desta vez, a comunidade de Saint-Étienne-du-Rouvray foi posta à prova pelo assassinato cobarde do padre da paróquia por dois terroristas que reclamaram ser do Daesh”, afirmou François Hollande. “O Daesh declarou-nos guerra e é preciso continuar esta guerra com todos os meios”, reforçou.

Os dois sequestradores foram abatidos pela polícia. Uma das vítimas ficou ferida com gravidade e “corre risco de vida”, de acordo com o Ministério do Interior francês.