Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Zika: primeiro bebé com microcefalia nasce em Espanha

  • 333

Médico garante que pais foram avisados mas decidiram prosseguir com a gravidez. Sinais vitais da criança são “normais e estáveis

Uma mulher infetada com o vírus Zika deu à luz em Espanha aquele que se considera, por enquanto, o primeiro bebé a nascer com microcefalia na Europa.

Em maio, as autoridades de saúde espanholas diagnosticaram a microcefalia no feto mas o casal decidiu prosseguir com a gravidez.

Segundo Feliz Castilho, chefe do serviço de neonatologia do Hospital Vall d’Hebron, em Barcelona, os sinais vitais da criança, nascida de cesariana realizada às 40 semanas de gestação, são “normais e estáveis”.

Até ao momento, segundo o Ministério da Saúde de Espanha foram registados 190 casos comprovados de infeção com o Zika, mas apenas um doente contraiu o vírus em Espanha.

No caso confirmado esta segunda-feira, as autoridades de saúde espanholas garantem que a mãe também contraiu o vírus numa viagem ao estrangeiro mas não disseram em que país.

Um estudo publicado esta segunda-feira na edição eletrónica da revista Nature Microbiology estima que, no total, 93,4 milhões de pessoas sejam infetadas com o vírus na América do Sul e no Caribe nas primeiras fases da disseminação do vírus.

O estudo mostra também que o Brasil deverá ser o país com maior número de infeção, com mais do dobro dos casos de qualquer outro país, devido ao seu tamanho e à facilidade de transmissão.

Segundo as estimativas, 37,4 milhões de pessoas serão infetadas no Brasil e 579 mil grávidas estão em risco, enquanto o México, o segundo país mais afetado, registará 14,9 milhões de infeções e 263 mil grávidas em risco.