Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Merkel: “Partilhamos a vossa dor, sofremos convosco”

  • 333

MICHAEL KAPPELER/EPA

A chanceler alemã, Angela Merkel, dirigiu-se às famílias das vítimas e prometeu que tudo será feito para descobrir quais as motivações que estiveram por trás do ataque em Munique

Angela Merkel fez um breve depoimento ao início da tarde de sábado, em Berlim, para desejar que os feridos no ataque de sexta-feira junto ao centro comercial Olympia possam recuperar-se rapidamente. A chanceler alemã disse ainda que a Alemanha está de luto por todos aqueles que nunca poderão regressar para as suas famílias.

“Partilhamos a vossa dor - pensamos em vocês e sofremos convosco”, foram as palavras que deixou à família das nove vítimas deste ataque.

O rapaz de 18 anos, nascido na Alemanha e com origens no Irão, abriu fogo num centro comercial antes de se suicidar e fez ainda 27 feridos, dez com gravidade.

As mortes provocadas por este adolescente são ainda mais difíceis de suportar, afirmou Merkel, tendo em conta o horror dos últimos dias. A chanceler lembrou o atentado de há uma semana em Nice e o ataque de um refugiado afegão, com um machado e facas, aos passageiros de um comboio na Baviera, na passada segunda-feira.

As curtas declarações da líder alemã seguiram-se a uma reunião de urgência com responsáveis pela segurança. Merkel disse compreender que as pessoas na Alemanha estejam a questionar se é ou não seguro permanecer em zonas públicas, mas tratou de assegurar que os cidadãos alemães estão seguros e louvou os esforços “fenomenais” das forças de segurança, que trabalharam de forma extremamente profissional na noite de sexta-feira.

A chanceler prometeu que as autoridades vão descobrir o que esteve por trás deste massacre.