Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Realizado primeiro transplante de mãos no Reino Unido. “É melhor que ganhar a lotaria”

  • 333

“É melhor que ganhar a lotaria”, diz o paciente que foi vítima de um acidente laboral e que foi operado esta semana no hospital Leeds General Infirmary, no norte de Inglaterra

Um homem de 57 anos é a primeira pessoa no Reino Unido a receber um duplo transplante de parte das mãos após um acidente de trabalho, há três anos, informaram esta sexta-feira os meios de comunicação britânicos.

Chris King, da localidade de Doncaster, foi operado no hospital Leeds General Infirmary, no norte de Inglaterra.

O paciente, que, num acidente laboral com uma máquina de prensar, perdeu parte das mãos, com exceção dos polegares, afirmou que já executa algum movimento e qualificou "a doação" como "formidável".

"Não poderia pedir nada melhor. É melhor que ganhar a lotaria, porque se sente tudo outra vez", declarou Chris King aos media, sublinhando: "são as minhas mãos, as minhas mãos realmente. O sangue corre por elas. Os meus tendões estão unidos. São meus".

O médico Simon Kay, especialista em cirurgia plástica, no centro médico de Leeds, foi o responsável pela operação, a primeira em que se transplantou duas mãos a um só paciente.
Segundo o especialista, nesta intervenção existiram outros aspetos a ter em conta, uma vez que não se tratou de órgãos internos.

"Ninguém se importa com o aspeto de um rim, desde que este funcione", mas no caso das mãos, os especialistas devem considerar a compatibilidade imunológica, bem como a sua adequabilidade, pois estas "são vistas todo o tempo", afirmou Simon Kay.

O paciente, Chris King, disse acreditar que rapidamente possa vir a segurar uma garrafa de cerveja e desabafou que as mãos parecem terem sido "feitas à medida".