Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ministério Público formaliza acusação a Lula da Silva

  • 333

SEBASTIAO MOREIRA

O ex-presidente do Brasil é acusado de tentativa de obstrução à justiça na investigação Lava Jato.

Helena Bento

Jornalista

O Ministério Público Federal de Brasília reiterou, esta quinta-feira, a acusação contra Lula da Silva. O ex-presidente do Brasil é acusado de tentativa de obstrução à justiça na investigação Lava Jato.

Segundo se lê na denúncia, citada pelo site G1, Lula “impediu e/ou embaraçou a investigação criminal que envolve organização criminosa, ocupando papel central, determinando e dirigindo a atividade criminosa praticada por Delcídio do Amaral, André Santos Esteves, Edson de Siqueira Ribeiro, Diogo Ferreira Rodrigues, José Carlos Bumlai”, que também estão envolvidos na denúncia. São acusados de comprar o silêncio de Nelson Cerveró, ex-diretor da Petrobras, condenado pela justiça brasileira no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O caso tinha já sido denunciado no início do ano por Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República (PGR), ao Supremo Tribunal de Justiça, instância em que são investigados os políticos com “foro privilegiado” e cujas decisões não têm direito a qualquer recurso. Com a cassação do mandato de Delcídio de Amaral, em maio, o processo foi, no entanto, enviado para a Justiça Federal de Brasília, tendo sido solicitada a intervenção do Ministério Público para confirmar a acusação.

Em comunicado citado pelo G1, o Ministério Público informa que o procurador Ivan Cláudio Marx, responsável pela confirmação da denúncia, fez “acréscimos à peça inicial, com o objetivo de ampliar a descrição dos fatos e as provas” das acusações. Cabe agora à Justiça Federal decidir sobre a abertura de uma ação penal.