Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homem desarmado e deitado no chão baleado pela polícia em Miami

  • 333

É mais um caso de abuso de força policial que está a agitar a América. Agente que disparou foi suspenso

O terapeuta comportamental Charles Kinsey surge deitado de barriga para cima e de mãos no ar, gritando à polícia que o homem que se encontra sentado à sua frente não está armado e que é autista. Apesar disso, acabou alvejado pelas autoridades.

Registada em vídeo por um telemóvel, na segunda-feira em Miami, a cena surge como mais um caso de incompreensível uso letal de armas de fogo pela polícia norte-americana.

“Eu estava mais preocupado com ele do que comigo”, recordou depois o terapeuta comportamental à televisão WSVN. “‘Enquanto eu mantiver as mãos no ar, eles não me vão alvejar’, foi isso que pensei”, relatou. Posteriormente, diz que perguntou ao polícia por que motivo o alvejou numa perna, mas este respondeu não saber.

A polícia acorreu ao local após ter recebido um alerta da existência de um homem armado ameaçando suicidar-se. Nas conversações que manteve com a polícia ao longo de minutos, o terapeuta disse aos agentes que o homem tinha com ele um camião de plástico e não uma arma. Depois de ter sido alvejado, o terapeuta ainda foi algemado.

A polícia de Miami indicou entretanto estar a investigar o caso e que o agente que efetuou os disparos foi colocado em licença administrativa.