Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atentado falhado em esquadra da polícia em Sidney

  • 333

EPA

Um homem foi detido esta quinta-feira em Sidney após ter tentado dirigir um veículo carregado de botijas de gás contra uma esquadra da polícia

Um indivíduo tentou esta quinta-feira invadir um estacionamento subterrâneo de uma esquadra da polícia em Sidney num veículo carregado de botijas de gás. As autoridades falam num ataque “intencional”, disse uma fonte ao jornal “The Sidney Moring Herald.”

Foi por volta das 19h locais (10h em Lisboa) que o indivíduo foi travado pela polícia à entrada da esquadra em Merrylands – na zona oeste de Sidney –, tendo sofrido alguns ferimentos. O homem foi retirado do veículo e transportado para um hospital local, antes de ser detido pelas autoridades.

Imediatamente foi criado um perímetro de segurança e o veículo e local foram analisados pela brigada de minas e armadilhas. As ruas à volta da esquadra também foram encerradas ao trânsito, enquanto foi montado um forte dispositivo de emergência.

O homem caucasiano, de 60 anos, já era conhecido das autoridades mas não terá ligações a grupos terroristas. Sabe-se apenas que sofria de problemas mentais.

Nesta altura, as autoridades tentam descobrir as motivações que terão estado por trás do atentado falhado.

“As circunstâncias do incidente ainda estão no estágio inicial de investigação e por confirmar”, afirmou à Reuters fonte policial.

A Austrália, como integra a coligação internacional com o autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), encontra-se entre os alvos do grupo terrorista. Em dezembro de 2014, um homem fez dezenas de reféns num café no centro de Sidney durante mais de 17 horas, tendo exibido uma bandeira islâmica na janela. O atacante e dois reféns foram mortos, na sequência do assalto policial.

(Em atualização)