Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

FBI quer apreender bens do produtor e financiador de “O Lobo de Wall Street”

  • 333

Poderá vir a ser a maior apreensão de bens da história dos Estados Unidos. Em causa está o desvio de milhares de milhões de euros de um fundo estatal da Malásia

Os procuradores federais norte-americanos estão a tentar obter autorização para apreenderem bens no valor de mais de 900 milhões de euros, pelo menos parte dos quais pertencentes a Riza Aziz, produtor e financiador da Red Granite Pictures, que esteve por detrás do filme “O Lobo de Wall Street”.

O caso poderá vir a dar lugar à maior apreensão de bens ocorrida nos Estados Unidos.

Aziz é enteado do primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, e suspeito de ter participado num esquema para retirar do país milhares de milhões de euros provenientes de um fundo estatal para investimento na economia do país.

O FBI indica que o dinheiro foi desviado para propriedades imobiliárias de Nova Iorque e Los Angeles. Aziz terá alegadamente gasto 45 milhões de euros em duas casas que depois investiu no filme de Martins Scrosese com Leonardo DiCaprio no principal papel, que se tornou num sucesso de bilheteira.

A Comissão Anti Corrupção da Malásia tem negado que quaisquer dos fundos tenham ido diretamente para o primeiro-ministro Razak, que tem negado envolvimento no caso. Uma investigação deu conta que centenas de milhões de euros foram pagos ao financeiro Jho Low, que surge na lista de agradecimentos especiais do filme.