Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

União Europeia recorda à Turquia que não aceita países que tenham a pena de morte

  • 333

A advertência foi pela responsável para as relações exteriores, Federica Mogherini

GETTY

Advertências surgem após o regime turco anunciar que está a ponderar voltar a ter a pena capital, em sequência das notícias de tentativa de golpe de Estado de sexta-feira

“Nenhum país pode tornar-se Estado-membro da União Europeia (UE) se introduzir a pena de morte”, advertiu esta segunda-feira a responsável das relações exteriores da UE, Federica Mogherini, respondendo à agência Reuters sobre o facto de o regime turco estar a ponderar reintroduzir a pena capital e utilizá-la para os supostos responsáveis do golpe de Estado falhado da passada sexta-feira.

A responsável da UE recordou também que a Turquia, como signatária da Convenção Europeia dos Direitos Humanos e como membro do Conselho da Europa, também não pode reintroduzir a pena de morte.

“A Turquia é uma parte importante do Conselho da Europa e está ligada à Convenção Europeia dos Direitos Humanos, que é muito clara relativamente à pena de morte”, afirmou Mogherini.