Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bruxelas exigirá a Espanha ajuste orçamental de 10 mil milhões

  • 333

PATRIK STOLLARZ/Getty

A informação é avançada pelo jornal “El País”: a Comissão Europeia prepara-se para exigir a Madrid um pacote de medidas de consolidação de grande envergadura, como penalização pelo incumprimento do pacto de estabilidade e crescimento

A Comissão Europeia deverá anunciar a 27 de julho as sanções que Espanha receberá por não ter cumprido o pacto de estabilidade e crescimento da União Europeia. Além de uma multa e do congelamento de fundos estruturais europeus, o Estado espanhol pode ser forçado a um exigente pacote de consolidação orçamental.

De acordo com a edição deste domingo do jornal “El País”, o Governo espanhol irá receber ordem de Bruxelas para tomar medidas de austeridade no valor de 10 mil milhões de euros, no Orçamento do Estado para 2017. Madrid ficará sujeita a uma fiscalização trimestral da Comissão Europeia, diz o mesmo jornal.

De acordo com a mesma fonte, a amplitude desse esforço de ajustamento orçamental ultrapassa em 2 mil milhões de euros o valor que estava em cima da mesa há três meses.

O “El País” nota também, na sua edição deste domingo, que Bruxelas admite que Espanha obtenha este ano um défice orçamental de 3,9%, mas pretende que em 2017 o défice espanhol caia para 2,5%.

O Governo espanhol deverá ainda ser confrontado com uma multa simbólica da Comissão Europeia (tal como Portugal) e com o congelamento do pagamento de 1100 milhões de euros de fundos estruturais de Bruxelas.