Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Boris Johnson promete defender soberania sobre Gibraltar

  • 333

PATRICK TSUI / FCO / EPA

O novo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Boris Johnson, prometeu hoje defender a soberania do Reino Unido sobre Gibraltar, cujo futuro ficou incerto após o país ter votado para abandonar a União Europeia

O novo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Boris Johnson, prometeu este sábado defender a soberania do Reino Unido sobre Gibraltar, cujo futuro ficou incerto após o país ter votado para abandonar a União Europeia.

“O povo de Gibraltar expressou, repetida e esmagadoramente, a sua vontade de permanecer sob soberania britânica e vamos respeitar o seu desejo”, disse Johnson, após um encontro com o ministro-chefe de Gibraltar, Fabian Picardo.

“Eu reafirmei-lhe tanto o nosso compromisso inabalável para com Gibraltar e a nossa intenção de envolver Gibraltar nas discussões sobre a nossa futura relação com a União Europeia”, declarou o chefe da diplomacia britânica.

O pequeno afloramento rochoso no sul de Espanha tem sido, há muito, objeto de uma disputa entre Londres e Madrid, que reclama Gibraltar, cedida a Grã-Bretanha em 1713.

Logo após a votação do referendo no Reino Unido, no mês passado, que decidiu pela saída da União Europeia (Brexit), Espanha disse que “a bandeira espanhola está agora mais perto do 'Rochedo'”.

Em Gibraltar, cerca de 96% dos eleitores votaram pela permanência do Reino Unido na UE. Muitos dos cerca de 33 mil habitantes do 'Rochedo' receiam agora ficar à mercê de Madrid sem a proteção da União Europeia, que no passado interveio para amenizar as querelas entre os dois países, em particular sobre a travessia da fronteira.

Gibraltar também está preocupada com a sua economia próspera, que depende, em grande parte, do acesso ao mercado comum da UE.

Johnson garantiu que o Governo “não entrará em qualquer negociação sobre a soberania em relação ao qual Gibraltar não esteja satisfeita”.

“Vamos continuar a tomar quaisquer medidas necessárias para proteger Gibraltar, o seu povo e a sua economia, incluindo manter uma fronteira Gibraltar-Espanha a funcionar bem”, disse, numa declaração divulgada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.