Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nice: 52 vítimas estão entre a vida e a morte

  • 333

ERIC GAILLARD/REUTERS

Último balanço oficial aponta para a existência de 52 feridos em estado crítico, números avançados esta tarde pelo Presidente Hollande e a Direção-geral de Saúde de Nice

François Hollande afirmou esta tarde que 52 vítimas do atentado de Nice estão “entre a vida e a morte”. “Entre estas pessoas há franceses e também muitos estrangeiros oriundos de todos os continentes e muitas crianças e jovens”, declarou o Presidente francês em conferência de imprensa.

Segundo a Direção-geral da Saúde, 202 pessoas estão feridas, incluindo 52 em estado crítico.

“Muitos dos feridos ainda apresentam terríveis imagens, estão a sofrer na carne. Há também pessoas que não têm ferimentos físicos mas terão um trauma ao longo da vida. Portanto, cabe a toda o país partilhar essa tristeza e mostrar solidariedade”, defendeu Hollande.

O chefe de Estado gaulês apelou à “unidade” e à “coesão”, respondendo às críticas dos partidos da oposição relativas à ineficácia das medidas de segurança. “É o meu papel, é a minha responsabilidade não afastar-me do compromisso que fiz em nome dos franceses para os proteger, não ceder a algum tipo de excesso e responder apenas aos desafios que nos confrontam, disponibilizando todos os meios necessários”, garantiu.

Hollande sustentou ainda que a necessidade de compromisso é a maior lição que se deve tirar dos ataques que a França tem sido alvo nos últimos cinco anos e elogiou a “coragem” das forças de segurança.

As autoridades francesas consideram que o ataque de Nice se tenha tratado de um atentado terrorista, embora ainda nenhum grupo o tenha reivindicado.