Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homem lutou contra motorista e impediu que atentado de Nice provocasse ainda mais vítimas

  • 333

GETTY

Dois homens tentaram travar o autor do atentado de quinta-feira à noite em Nice. Um deles conseguiu mesmo entrar na cabina do camião

O trajeto de cerca de dois quilómetros na Promenade des Anglais, em Nice, ao longo dos quais Mohammed Lahouaiej Bouhlel atropelou mortalmente 84 pessoas, poderia ter sido mais longo e letal não fosse o ato heroico de um homem que conseguiu entrar dentro da cabina do camião e lutou para neutralizar o condutor, confirmam fontes policiais.

O homem conseguiu entrar na cabina num momento em que o camião teve dificuldade em avançar devido a obstruções e obstáculos no caminho. O indivíduo lutou depois com o autor do atentado, mas este acabou por pegar numa arma e disparar sobre ele, assim como na direção dos polícias que acabaram por conseguir abatê-lo.

Há também um relato que indica que um motociclista perseguiu o camião e também tentou subir para dentro da cabina, mas neste caso sem sucesso. “Surpreendentemente, ele (Bouhlel, o autor do atentado) conduziu muito devagar, não depressa, conduziu devagar e foi perseguido por um motociclista”, relatou o fotojornalista alemão Richard Gutjahr.

“O motociclista tentou obrigar o camião a parar e tentou mesmo abrir a porta do condutor, mas caiu e acabou debaixo das rodas do pesado”, acrescentou Gutjahr. O fotojornalista disse ainda que o camião só acelerou e começou a ziguezaguear entre a multidão quando dois policias começaram a disparar contra o condutor.