Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemães, marroquinos, americanos, ucraniano, russa e suíça entre as primeiras vítimas mortais identificadas em Nice

  • 333

PASCAL ROSSIGNOL/REUTERS

Os primeiros dados sobre os 84 mortos do atentado de quinta feira à noite em Nice são relativos a cidadãos estrangeiros

Sean Copeland, um americano do Texas de 54 anos, e o seu filho Brodie Copeland de 11, surgem entre as primeiras vítimas identificadas do atentado que quinta-feira à noite causou 84 mortos em Nice.

Sean encontrava-se com a mulher e filhos de férias em Nice, a celebrar um aniversário, mas os restantes membros da família terão sobrevivido.

Entre as vítimas identificadas surge também Linda Casanova, uma mulher de 54 anos proveniente do cantão italiano da Suíça, Bilel Labaoui, um tunisino de 29 anos, e Fatima Charrihi - não há mais informações adicionais sobre esta última vítima.

A Alemanha indicou que um professor e dois estudantes germânicos, que se encontravam em Nice a festejar a conclusão dos exames, morreram no ataque. O Consulado Marrroquino diz que há uma mulher e uma criança marroquina entre as vítimas. Há também indicações da morte de uma russa (Victoria Savchenko, estudante da Academia de Finanças de Moscovo, de 21 anos), um arménio e um ucraniano.

Robert Marchard é a primeira vítima francesa identificada.

O Ministério do Negócios Estrangeiros da Estónia referiu que há dois cidadãos do seu país entre os feridos.