Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Theresa May afasta do Governo um dos ex-rivais à liderança do partido

  • 333

GETTY

O afastamento de Michael Gove está a ser encarado como uma retaliação por o ex-ministro ter acabado por se candidar à liderança dos conservadores, falhando o apoio ao seu aliado da campanha pelo ‘Brexit’ Boris Johnson

O ex-ministro da Justiça Michael Gove não foi reconduzido no cargo no novo Governo britânico de Theresa May que nomeou para a pasta Lizz Truss, uma “jovem promissora” do partido com 40 anos.

O afastamento de Gove está a ser encarado como uma retaliação por ter avançado com a sua candidatura à liderança do partido à última hora, não concretizando o apoio nessa disputa ao seu aliado na campanha pelo ‘Brexit’ Boris Johnson. O polémico ex-autarca de Londres ficou entretanto com a pasta dos Negócios Estrangeiros.

Para além de Gove, também o ex-ministro do Tesouro, George Osborne, outro elemento de peso do Governo de Cameron, não foi reconduzido. Também John Wittingdale e Nicky Morgan, que desempenharam funções respetivamente na chefia dos ministérios da Cultura e da Educação, vão ficar de fora do novo Executivo liderado por May.