Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atirador de Dallas queria “matar brancos, sobretudo polícias”

  • 333

LAURA BUCKMAN/GETTY

Um atirador confessou que estava “cansado dos brancos e dos recentes tiroteios com polícias”. Entretanto, três suspeitos de estarem envolvidos no tiroteio de Dallas foram detidos e estão a ser ouvidos pelas autoridades

O atirador que matou esta noite cinco elementos da polícia e feriu outros seis agentes e um civil, em Dallas, no estado norte-americano do Texas, afirmou que agiu sozinho e que “queria matar brancos, sobretudo polícias”.

A informação foi avançada em conferência de imprensa pelo chefe da polícia de Dallas, David Brown, frisando que o atacante não se suicidou tal como foi noticiado inicialmente, tendo morrido após a explosão de uma bomba-robô utilizada pela polícia, após o indivíduo barricado se recusar a sair de um edifício do centro da cidade.

“Ele disse que estava cansado do movimento Black Lives Matter (as vidas dos negros interessam, numa tradução livre), dos recentes tiroteios com polícias, dos brancos”, disse David Brown, citado pela BBC. Estas revelações foram transmitidas pelo atirador durante o processo de negociação com as autoridades.

Apesar de o indivíduo ter garantido que não era filiado de nenhum grupo e que agiu sozinho, três suspeitos de estarem envolvidos no crime foram detidos. De acordo com o mayor de Dallas, Mike Rawlings, os suspeitos que estão sub custódia incluem uma mulher afro-americana e poderão não estar diretamente envolvidos na matança. “As autoridades estão a falar com várias pessoas para tentarem perceber a motiovação do atirador”, sublinhou.

O chefe da polícia de Dallas lamentou a tragédia e apelou ao maior apoio às autoridades nos EUA. “Estamos todos com os corações partidos. Não há palavras para descrever esta atrocidade ocorrida na nossa cidade. Tudo o que eu sei é que estes casos têm que acabar, esta divisão entre cidadãos e a polícia. Não nos sentimos apoiados na maior parte dos dias”, lamentou.

Esta quinta-feira, 11 agentes da polícia e um civil foram alvejados durante uma manifestação em Dallas. O tiroteio desta noite na cidade do estado do Texas acontece depois de dois indivíduos negros terem sido mortos esta semana por agentes brancos.