Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Treze detidos devido aos atentados no aeroporto de Istambul

  • 333

Flores foram deixadas no aeroporto de Istambul em memória das vítimas do atentado

ROMAN PILIPEY/EPA

Operações policiais foram levadas a cabo, em simultâneo, em 16 locais de Istambul em sequência do triplo atentado suicida no aeroporto da cidade, que causou 42 mortos

A polícia turca deteve 13 pessoas, entre as quais três estrangeiros, por suspeita de ligações ao triplo atentando suicida que causou 42 mortos na terça-feira à noite no aeroporto de Istambul, segundo indicou um responsável turco à agência Reuters.

As detenções ocorreram no âmbito de operações policiais que decorreram em simultâneo em 16 locais da cidade, ainda segundo a mesma fonte.

A agência turca Anadolu referiu que a polícia efetuara buscas em residências dos bairros de Pendik, Basaksehir e Sultanbeyli, em Istambul.

Enquanto isto, as autoridades turcas estiveram a monitorizar, na quarta-feira, os vídeos captados pelas câmaras de segurança do aeroporto e recolheram relatos de testemunhas para tentar reconstituir o atentado ocorrido no maior aeroporto do país.

O regime turco atribuiu a autoria dos ataques ao autodenominado Estado Islâmico (Daesh), mas o atentado não foi reivindicado.