Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bombistas suicidas talibãs matam mais de 20 polícias afegãos

  • 333

As forças de segurança afegãs têm sido um alvo privilegiado dos talibãs

WATAN YAR/EPA

Este é o segundo ataque a forças de segurança afegãs em menos de duas semanas

Dois bombistas suicidas talibãs mataram pelo menos 27 polícias e feriram cerca de 40 num ataque esta quinta-feira a três autocarros que transportavam cadetes recém-formados nas imediações de Cabul.

O atentado já foi reivindicado pelos talibãs.

Mousa Rahmati, governador da região de Paghman, disse à Associated Press que os cadetes regressavam de um centro de treinos em Wardak para gozar um período de licença na capital afegã.

O Ministério do Interior confirmou o número de vítimas deste ataque que acontece dez dias após um outro atentado, em Nepali, a um autocarro em que seguiam forças de segurança destacadas para proteger a embaixada canadiana em Cabul. Catorze pessoas perderam a vida nesse ataque.

Em abril, pelo menos 64 pessoas foram mortas durante um ataque dos talibãs às instalações da polícia em Cabul, naquele que foi o ataque à bomba mais mortífero no Afeganistão dirigido às forças de segurança afegãs, desde 2011.