Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bombista suicida do Boko Haram mata 11 pessoas nos Camarões

  • 333

O ataque foi levado a cabo por um rapaz quarta-feira ao fim do dia, período em que os muçulmanos interrompem o jejum durante o Ramadão

Um bombista suicida do grupo jiadista nigeriano Boko Haram fez-se explodir, quarta-feira ao final do dia, próximo de uma mesquita nos Camarões, nas imediações da fronteira com a Nigéria, indicaram esta quinta-feira fontes militares e responsáveis locais à agência Reuters.

“Após a oração, os fiéis reuniram-se debaixo de uma tenda em Djakana. Um bombista suicida fez-se explodir matando 11 pessoas. Quatro outras ficaram feridas”, relatou um responsável local. Um militar especificou que o ataque foi levado a cabo por um rapaz novo.

O ataque teve lugar o final do dia, quando os fiéis interrompem o jejum diário do período do Ramadão.

Os ataques levados a cabo desde o ano passado contra as posições detidas pelo Boko Haram, levaram o grupo jiadista a virar-se para ações de guerrilha que têm civis como alvo. Raparigas adolescentes têm efetuado diversos ataques suicidas no país.

Os atentados do grupo - que pretende criar um califado no nordeste da Nigéria - nos últimos sete anos já causaram mais de 15 mil mortos e 2 milhões de deslocados neste país e nos vizinhos Chade, Níger e Camarões.

Apesar de ter jurado aliança ao autodenominado Estado Islâmico (Daesh), não se sabe se esta ligação tem efeitos em termos práticos e logísticos.