Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cameron: cidadãos da UE são “muito bem-vindos”

  • 333

PHIL NOBLE/ Reuters

As autoridades britânicas registaram mais 57% de queixas contra crimes de ódio desde sexta-feira - quando foi conhecida a vitória do Brexit

O primeiro-ministro, António Costa, ouviu esta terça-feira do seu homólogo britânico a garantia de que "todos os originários dos Estados-membros da União Europeia (UE) são muito bem-vindos ao Reino Unido", depois de queixas de imigrantes, incluindo portugueses, de atos xenófobos.

Após a cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE, em Bruxelas, António Costa relatou aos jornalistas a "posição genérica do primeiro-ministro britânico condenando todas as formas de violência e que recusa qualquer atitude xenófoba".

"E que todos os originários dos estados membros da UE são muito bem-vindos ao Reino Unido", acrescentou o chefe do executivo, numa referência às queixas feitas, nos últimos dias, por imigrantes no Reino Unido, incluindo portugueses, acerca do aumento de atos racistas e xenófobos.

As autoridades britânicas registaram mais 57% de queixas contra crimes de ódio desde sexta-feira - quando foi conhecida a vitória do 'Brexit', ou seja a vitória da opção da saída do Reino Unido da UE, em referendo.

Questionado sobre o resultado do primeiro encontro de Cameron com os líderes europeus depois do referendo, Costa referiu que não foi dada "nenhuma informação suplementar" ao já conhecido.

O governante lembrou que nesta situação "não há uma questão de pressa ou não pressa" até porque David Cameron anunciou a sua demissão e que será o seu sucessor a negociar a saída dos 28.António Costa indicou

ainda que a única hipótese é a da saída do Reino Unido porque "nunca ninguém apresentou a hipótese de não ser respeitada a vontade do povo britânico".
Na quarta-feira decorrerá a primeira reunião informal a 27, sem o Reino Unido, sobre a questão do 'Brexit'.