Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Smarphones indianos por 3,6 euros. Será para valer?

  • 333

A empresa Ringing Bells diz que irá entregar esta semana os primeiros Freedom 251, com os quais promete ligar a Índia pobre e rural ao mundo digital

Até agora ainda não foi visto nenhum dos aparelhos a funcionar, mas a empresa indiana Ringing Bells anunciou que irá entregar esta semana os primeiros 200 mil exemplares do Freedom 251, os telefones Android que custam apenas 3,6 euros, cumprindo a promessa de os colocar no mercado até ao fim de junho.

“Nós teremos prejuízo, mas eu estou feliz por o sonho de ligar os indianos pobres e rurais” se concretizar, afirma o fundador e diretor-executivo Mohit Goel, em declarações ao “Indian Express”.

Quando a empresa iniciou há alguns meses que iria lançar o smartphone mais barato do mundo, recebeu mais 70 milhões de registos em apenas três dias e o sistema de pagamentos bloqueou devido à quantidade de transações.

O Android 3G 5.1 tem um ecrã de 4 polegadas, uma câmara de 8 megapíxeis e outra de 3,2 para selfies, um processador de 1,3 GHz, 1GB de RAM e 8 GB para armazenamento de dados, com a possibilidade de expansão através de cartão micro SD.

A criação do aparelho foi desenvolvida com o apoio dos programas “Digital India” e “Make in India” destinados a superar a infoexclusão na Índia rural e pobre.

O anúncio está contudo a ser encarado com algum ceticismo. Anteriormente, a empresa apresentou supostos protótipos que, na verdade, não passavam de smartphones de outro fabricante.