Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ex-vice-ministro chinês do Ambiente acusado de corrupção

  • 333

LIU JIN/GETTY IMAGES

Zhang Lijun foi levado à justiça também por suspeita de abuso de poder, sendo acusado de ter aceite 2,4 milhões de yuans em subornos

O ex-vice-ministro chinês do Ambiente, Zhang Lijun, que enfrenta a justiça por alegada corrupção, foi esta segunda-feira acusado de ter aceite 2,4 milhões de yuans (cerca de 326 mil euros) em subornos.
Zhang Lijun ocupou o cargo entre 2008 e 2013, tendo começado a ser investigado em julho, por suspeita de abuso de poder e de facilitar a aprovação de alguns projetos. Meses depois acabou expulso do Partido Comunista da China (PCC), tendo sido afastado do ministério.
As questões ambientais são particularmente sensíveis na China, onde milhares de protestos acontecem anualmente, sobretudo pela preocupação com a poluição industrial.
O ex-governante aguarda agora o veredicto.